3 Coisas que aprendi com o filme The Social Network

Já vi mais de 10 vezes e me acompanha sempre que mudo de computador ou disco duro e é o único filme que consigo escutar e entender sem ver as imagens ele é o The Social Network.

O que me faz manter esse filme como um dos melhores 3 nos últimos não é necessariamente pelo facto de ele falar ou retratar a história do Mark Zuckerberg ou do Facebook, mas,  pelo tom de voz empreendedor e juvenil que foi usado na sua narrativa. É definitivamente um filme mais de motivação que de criação de uma das maiores redes sociais do mundo.

Não irei entrar em detalhes do filme para não “spoilar”, deixo abaixo os 4 pontos que me fazer ver esse filme e usá-lo como recurso de motivação para a vida:

  • Propósito: todos os projectos que desenvolvemos devem ter um propósito forte (não importa se é lógico para os outros ou não) desde que seja um que nos mantenha firmes mesmo quando tudo dá errado e possibilita o nosso crescimento. No caso de Mark tudo começou numa noite em que a namorada terminou com ele e para distrair-se ele fez uma plataforma que lhe levou ao Facebook.

 

  • Pense grande: durante o desenrolar do filme é patente a excitação e aceleração do processo de crescimento da plataforma e da equipa, Mark e seus colegas não hesitam e arriscam muita coisa que lhes leva a ter financiamento no Vale do Silício, com isto quero dizer que comece devagar, mas, não fique muito tempo nos testes ou com mentalidade de estar a entrar no mercado, assuma uma postura de profissional e expert na sua área de actuação. Venda-se.

 

  • Mantenha escrito e esteja atento: o filme tem um turbilhão de sentimentos capazes de conduzir qualquer empreendedor a saber quais coisas deve ter cuidado durante o seu percurso e uma delas é manter escrito tudo e sempre ler 2. Se vai trabalhar como empreendedor é importante documentar todas suas relações e transacções e lembrar-se que uma vez escritas elas podem ditar um boa ou má história.

Recomendo qualquer pessoa em especial a empreendedores, trailer abaixo:

Previous post
No iPhone X, Face ID esconde notificações na tela de bloqueio
Next post
The Kins mostram que bom gosto tem valor e não preço

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Back
SHARE

3 Coisas que aprendi com o filme The Social Network