Planeta dos macacos, um filme e milhões de emoções

Quando passavam 10 minutos do filme “Planeta dos Macacos: A Guerra” meu corpo e alma já não estavam no planeta dos humanos, mas, sim dos macacos e a única explicação para tudo isso chama-se felicidade. Quero partilhar abaixo as razões pelas quais você deve ver esse filme:

Veja abaixo o trailer:


Movimentos:

A primeira coisa que chama atenção neste filme são os movimentos dos macacos que estão claramente num outro nível de CGI e After Effects, nunca vi algo tão sutil e elegante como o que foi conseguido neste filme.

Narrativa:

O filme não foge da guerra entre humanos e macacos na tentativa de César mostrar que macacos não querem guerra e por outro lado humanos tentando eliminar os macacos, porém a capacidade de colocar personalidades e características únicas dos macacos foi algo genial. É possível perceber que da-se a entender  que César é o único macaco que fala (língua humana) na sua tribo, mas, depois surgem mais surpresas de macacos habilidosos e outros “traidores” que colaboram com humanos.

Visuals

Algo que encantará qualquer apaixonado por cinema, design ou cores é o desenrolar da história de forma visual, logo no início do filme os capacetes dos soldados-mercenários tem escritas de ódio que encaixam no visual tenso que o filme irá trazer. Os cenários são de longe o melhor que se pode ter num filme, envolvendo ambientes mais frios e habitáveis que distanciam-nos de uma verdadeira floresta.

Um Óscar para esse filme é o que não vai faltar.

Previous post
A importância de ser cego
Next post
O problema está em não repetir

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Back
SHARE

Planeta dos macacos, um filme e milhões de emoções